Interessado na Plataforma?

Atendimento na Telemedicina: confira 5 dicas para otimizar a comunicação online

Interessado na Plataforma?

Compartilhe essa Publicação

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Atendimento na Telemedicina: confira 5 dicas para otimizar a comunicação online

Atendimento por meio da Telemedicina já era uma tendência da área médica que vinha chamando atenção. Com o avanço da pandemia do novo coronavírus e as restrições quanto a mobilidade e o isolamento social, diversos pacientes precisaram se adaptar a esse modelo de consulta para não retardar seus tratamentos.

Por não ser um atendimento presencial, a gestão da Telemedicina precisa contar com alguns recursos prévios que possam ser aproveitados para melhorar a experiência do paciente e tornar a prática mais inclusiva.

Veja agora 5 dicas para otimizar a comunicação online durante o atendimento na Telemedicina.

1. Comunicação humanizada

Uma prática recorrente durante as consultas presenciais, a comunicação humanizada precisa ser mantida também a distância. Com a situação pandêmica, muitos pacientes podem se sentir desvalorizados caso não haja uma atenção do médico, mesmo que o relacionamento já tenha sido construído ao longo dos anos.

Sendo assim, o primeiro passo para se obter sucesso durante os atendimentos na Telemedicina, deve ser a humanização do atendimento, tentando sempre ver além das queixas e dos anseios trazidos pelos pacientes.

2. Acesso ao histórico clínico

Outra dica essencial para o bom atendimento da Telemedicina é o acesso ao histórico do paciente. Assim como na clínica, manter a ficha de atendimento atualizada ajuda o médico a otimizar o tempo da consulta.

Com as informações em tela, o médico pode entender, por meio das prescrições médicas ou exames realizados anteriormente, como está o quadro atual de saúde do paciente.

Dessa forma, o profissional consegue realizar uma avaliação mais completa e pode orientar a continuidade ou não do tratamento atual.

3. Boa conexão com a internet

Para que a Telemedicina seja um recurso com bons resultados, o médico precisa ter uma boa conexão com a internet. A estabilidade da rede contribui e muito para uma melhor dinâmica durante a consulta.

Com a conexão estável, o médico não se perde nos seus questionamentos nem faz o paciente perder tempo com uma consulta entrecortada ou com baixa resolução, tornando a experiência ruim para ambos os lados.

4. Inteligência de dados

Uma boa plataforma de Telemedicina precisa oferecer uma inteligência de dados atualizada com a tecnologia atual.

Assim como o acesso ao prontuário é importante, esse recurso faz o médico estudar melhor o perfil de cada paciente previamente, podendo, assim, montar um atendimento personalizado e que possa suprir todas as necessidades e expectativas de quem busca o atendimento.

Esse recurso é extremamente importante, principalmente durante a pandemia, uma vez que os pacientes possam estar mais preocupados do que o normal e alguns já possam apresentar tendências a ansiedade ou serem mais agitados, fazendo a figura do médico seja uma figura de serenidade e acolhimento.

5. Proteção de dados

Uma das grandes preocupações de empresas e Pessoas Físicas que utilizam a internet para o trabalho é a proteção de dados que a plataforma oferece, no caso de um relacionamento entre médico e paciente, a confidencialidade das informações precisa ser uma prioridade.

Portanto, ao pensar em investir em uma plataforma de Telemedicina para realizar as consultas, o médico deve ter atenção aos recursos de proteção de dados que a mesma utiliza, dando preferência para aquelas que já adotam o sistema de dados criptografados para manter as informações trocadas em completo sigilo.


Preencha nosso formulário para que possamos oferecer o serviço ideal para o seu atendimento personalizado.

Compartilhe essa Publicação

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email