fbpx
Blog

Princípios Fundamentais do Marketing na área da saúde

marketing na área da saúde

Você sabe o papel do marketing na área da saúde? Descubra a sua importância e como realizá-la de forma assertiva seguindo os princípios do conceito.

O que é marketing na saúde?

“Marketing é um processo administrativo e social por meio do qual indivíduos e grupos obtêm o que precisam e desejam com a geração, oferta e troca de produtos valiosos com seus iguais.” Philip Kotler

Assim, o marketing é aplicado a diversos setores e segmentos por empresas no mundo todo.

Mas porque utilizá-lo no setor da saúde?

Uma pesquisa desenvolvida pela pela Rock Health em 2016 constatou que 71% dos entrevistados buscam informações sobre saúde na internet. 

Logo, dada a procura pelos serviços de saúde, é importante se posicionar  em diversos canais, como na internet, de maneira estratégica e assertiva.

Isso  permite:

  • Se posicionar como autoridade;
  • Aumentar o conhecimento da marca;
  • Aumentar quantidade pacientes;
  • Fidelizar pacientes;

E muito além do que muitos pensam, o marketing na área da saúde pode ser utilizado por

  • Profissionais;
  • Hospitais;
  • Clínicas;
  • Empresas de home care;
  • E operadoras de plano de saúde;

Como fazer marketing na área da saúde?

markerting na área da saúde

1- Coloque o paciente no centro do processo

Segundo a teoria do desenvolvimento do cliente desenvolvida pelo Steve Blank, renomado empreendedor que desenvolveu a base para a criação de negócios de sucesso, para ter um negócio de impacto e renome, é importante fazer um negócios com base nas necessidades e desejos dos clientes.

Na área da saúde não é diferente, é importante mapear as necessidades do seu paciente para  desenvolver estratégias de marketing que contemplem suas necessidades e gere valor.

Para isso, liste os principais:

  • Problemas;
  • Sonhos;
  • Objeções (aqueles ‘’mas’’ que o paciente coloca como barreira na hora de contratar o serviço);

Com essas informações em mãos, no contexto de marketing digital é possível produzir conteúdo  de qualidade para o paciente.

E o marketing não se restringe apenas a redes sociais, pois também pode ser aplicado durante o atendimento prestado ao paciente.
Pois é importante realizar uma gestão do cuidado que seja focado nas suas dores, sonhos  e que quebre as objeções, isso aumenta a aderência ao tratamento e proporciona uma experiência mais assertiva.

2- Não seja mais do mesmo

Anteriormente, você percebeu a importância de desenvolver uma comunicação e proporcionar um serviço focado no paciente, mas será que só isso basta?

A verdade é que, com  a alta competitividade do setor da saúde e a massiva quantidade de instituições médico hospitalares, principalmente na área de auditoria, só isso não é suficiente.

Segundo a teoria demonstrada no livro  Oceano Azul da autora W. Chan Kim, é importante se destacar com um posicionamento voltado no seu diferencial competitivo em detrimento da concorrência.

Assim é possível sair do mar sangrento repleto de brigas por preços  e navegar em um oceano azul cheio de possibilidades e novos mercados.

Portanto, reflita, o que você pode proporcionar de diferente que agregaria para o seu paciente?

O que as outras empresas não entregam e você poderia proporcionar na entrega do atendimento e nos canais de comunicação da marca?

Esse posicionamento contribui para aumentar o conhecimento da sua instituição de saúde e o poder da sua marca.

3- Crie uma tribo

Apenas se comunicar, não basta. Boas instituições de saúde se comunicam da forma correta , isso se baseia em dois fatores imprescindíveis.

Primeiro, é importante comunicar o propósito da instituição de saúde.

Qual a missão da empresa?

Porque vocês realizam o atendimento de qualidade ao paciente?

O que move a equipe?

Dessa forma, ao comunicar o propósito, é possível mobilizar os pacientes para construir essa missão junto com a empresa.

Pessoas mobilizadas e engajadas, levam a mensagem da marca mais longe.

E  segundo, além de fazer marketing, é importante construir um bom relacionamento com os pacientes e potenciais pacientes.

E como todo relacionamento, a escuta é uma parte fundamental desta troca.

Como diria Seth Godin:

Um bom líder dá voz aos liderados

Portanto escute o que os pacientes da instituição de saúde falam, faça com que as pessoas se sintam pertencentes  e protagonistas da história que vocês criam juntos.

4- Seja visto e notado

marketing na área da saúde

Para expandir mercado e conquistar novos pacientes é importante estar presente nos mais variados canais de comunicação de maneira online e offline.

Com a pandemia, é imprescindível o posicionamento no meio digital.
Como diria Bill Gates:

Em alguns anos vão existir dois tipos de empresas: as que fazem negócios na internet e as que estão fora dos negócios.

Portanto, desenvolva a comunicação da sua instituição nos meios digitais.

As redes sociais que ganham destaque são:

  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin

Portanto, o marketing desempenha um papel de extrema importância no posicionamento de empresas da área da saúde, e existem diversas estratégias para realizá-lo de forma assertiva.
Gostou do conteúdo? Inscreva-se na newsletter

Conheça a plataforma Dr. TIS e receba os conteúdos dos nossos especialistas

Cadastre-se

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *