Telemedicina e Telerradiologia aliadas aos cuidados dos pacientes

O que é Telemedicina?

Telemedicina é uma área da saúde que visa dar suporte remoto aos diagnósticos, possibilitando a interpretação de exames e a elaboração de laudos e relatórios médicos a distância.

Contando com o auxílio de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), esse modo de fazer medicina é definido na Resolução CFM n º 1.643/2002 como o ato de exercer a medicina por meio de metodologias que possibilitem a interação audiovisual de dados objetivando a assistência, educação e pesquisa na área da saúde.

A resolução destaca que os serviços executados por meio da Telemedicina deverão estar providos com tecnologias apropriadas, obedecendo às normas técnicas do Conselho Federal de Medicina com relação à transmissão de dados, privacidade, manuseio, guarda, confidencialidade; garantindo o sigilo profissional.

É importante ressaltar que a Telemedicina deve ser exercida por profissionais com as respectivas capacidades técnicas.

Como fazer bom uso da Telemedicina?

Para fazer o bom uso da Telemedicina, deve-se recorrer a softwares e à tecnologia adequados para possibilitar uma análise mais detalhada e assertiva do paciente.

O médico pode utilizar plataformas com login e senha para visualizar os dados do paciente. Ao concluir, o profissional pode fazer laudos e assinar digitalmente.

O documento pode ser acessado pelos profissionais da saúde responsáveis pelo caso, e pelo próprio paciente que também terá acesso fazendo login na plataforma.

O que é Telerradiologia?

A Telerradiologia é definida pela Resolução nº 2.107/2014 como a utilização tecnológica para enviar dados e imagens radiológicas para emitir relatórios e laudos. A resolução ainda destaca que tal prática deve servir de suporte às atividades realizadas localmente.

Além disso, também é ressaltado que os exames transmitidos por meio da telerradiologia devem obrigatoriamente estar acompanhados dos dados clínicos do paciente para que se possa emitir o relatório.

É de extrema importância que os profissionais radiologistas recebam imagens de boa qualidade e visibilidade, para que o diagnóstico possa ser feito de forma assertiva e confiável, visando o bem-estar e o tratamento correto do paciente.

Como fazer bom uso da Telerradiologia?

Para um maior aproveitamento da Telerradiologia, deve-se utilizar um software de qualidade que possibilite o envio e recepção das imagens com uma boa visualização para emitir um diagnóstico preciso.

Um software de radiologia possui diversas funções para o dia a dia do médico como armazenamento de imagens, central de laudo, resultados e agendamento online. Para acessá-lo, os médicos e os pacientes precisam ter um cadastro na plataforma para fazer o login.

Além da radiologia geral, a Telerradiologia abrange os seguintes exames: tomografia, densitometria óssea, mamografia, ressonância magnética e medicina nuclear.


Interessado em receber mais informações? Preencha nosso formulário e siga por dentro das inovações do setor de saúde brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *