Impactos sociais da Telemedicina no Brasil

O mundo vem passando por fortes transformações que tem início no emprego da tecnologia e gera impactos sobre a economia, mas, acima de tudo, transforma a sociedade em que está inserida e que interage com ela. A medicina é um dos segmentos que tem sido o fiel reflexo dessa premissa, onde passa a adotar os novos moldes na forma da Telemedicina.

O Brasil tem se tornado um dos países que passou a adotar essa tecnologia, principalmente, diante das necessidades impostas pela pandemia de COVID-19 enfrentada no ano de 2020. Mas você sabia que, acima de tudo, essa abordagem gera impactos sociais? É justamente sobre isso que falaremos neste artigo. Então, descubra aqui quais os impactos sociais que a telemedicina tem gerado no nosso país.

Assistência médica em lugares distantes

O Brasil é um país de dimensões continentais, com lugares remotos e de difícil acesso, inclusive, para a chegada de profissionais da área médica. Com isso, uma parte da população fica desassistida de maneira parcial e, até mesmo, integralmente.

Mas essa realidade tem mudado de maneira considerável com a regulamentação, adoção e implantação da Telemedicina no Brasil. Com isso, a população que está distante dos centros urbanos pode ter acesso a diagnósticos e acompanhamento médico especializado, evitando os grandes deslocamentos e consumo de recursos financeiros que, na maioria das vezes, são escassos.

Uma população sadia gera fortes impactos sociais para o sistema de saúde do Brasil, diminuindo os gastos públicos com a redução de procedimentos e internações. Além disso, com o uso da Telemedicina, haverá tendência da elevação da idade média da população.

Cidadania e responsabilidade social

É garantido pela Constituição Federal o acesso à saúde, como base de um processo de integração e manutenção da população brasileira. Na prática, até então, isso era uma realidade não presente para todos.

Essa desigualdade de acesso à saúde gera um forte impacto social negativo no Brasil, onde os contrastes se tornavam cada vez mais óbvios, criando um sentimento de impotência e ausência da cidadania.

Essa realidade vem mudando gradativamente ao passo que a telemedicina tem sido adotada pelos governos e pela iniciativa privada, levando os cuidados com a saúde e diagnósticos a uma quantidade de pessoas cada vez maior. Com isso, a população reconquista o sentimento de cidadania e pertencimento na nação brasileira.

Integração do conhecimento técnico

Os impactos sociais da Telemedicina no Brasil vão além das fronteiras da prestação de serviços aos cuidados com a saúde, mas cria a responsabilidade de gerar e compartilhar conhecimento entre profissionais especialistas e instituições de pesquisa ligadas à saúde.

Com a Telemedicina será possível unir toda a expertise de profissionais na busca de diagnósticos e tratamentos que ainda são novos na comunidade médica, gerando uma colaboração em prol do bem-estar do paciente.

Essa colaboração da Telemedicina em torno das pesquisas tem fomentado e impactado toda a sociedade brasileira e, inclusive, recebe a ajuda de pesquisas estrangeiras, bem como colabora com todo o mundo, fornecendo os resultados que a Telemedicina tem gerado em nosso país.

Como você pode perceber, é inegável os grandes impactos que a Telemedicina tem exercido na sociedade brasileira, seja na esfera de pesquisas, na união de profissionais especialistas em várias partes do país, bem como na oferta de tratamento e resgate da cidadania de uma população carente de cuidados de saúde.


Precisando das melhores soluções em software de gestão de laudos de exames de imagens, portal de resultados e agendamento online?

Nós podemos te ajudar! Acesse o site para conhecer os nossos produtos e entre em contato com nossa equipe de consultores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *