fbpx
Blog

Como a plataforma de telemedicina aproxima médicos e pacientes?

Telemedicina em pronto-atendimentos: é possível fazer classificação de risco?

Plataforma de telemedicina, como a oferecida pela Dr. TIS, reduz distâncias e compartilha conhecimento entre médicos e pacientes em todo o mundo.

Em um país com extensões colossais como o Brasil, o acesso à saúde pode ficar muito restrito aos grandes centros. Quando o assunto é a busca por especialistas, essa dificuldade torna-se ainda maior. Porém, as plataformas de telemedicina surgem para aproximar médicos e pacientes, além de democratizarem a saúde como um todo.

A telemedicina é composta por um conjunto de práticas médicas realizadas de maneira remota com o auxílio da tecnologia. Em resumo, a telemedicina significa que o médico e o paciente não necessitam estar no mesmo local geográfico para que o atendimento seja realizado com sucesso. Para tanto, basta que ambas as partes tenham acesso à internet, em quaisquer tipos de dispositivos (como tablet, notebook ou celular), e o auxílio de uma plataforma de telemedicina.

Plataforma de telemedicina, como a oferecida pela Dr. TIS, reduz distâncias e compartilha conhecimento entre médicos e pacientes em todo o mundo.

Transpondo barreiras com plataformas de telemedicina

Em estudo realizado pelo Conselho Federal de Medicina, constatou-se que a maioria dos médicos estão em grandes centros urbanos, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Mesmo quem mora em capitais, principalmente naquelas localizadas no Norte e Nordeste do país, ainda sofre com a falta de profissionais e especialistas. Nestas regiões, a taxa de médicos é de, respectivamente, 1,3 e 1,69 profissionais para cada 1 mil habitantes. Já na capital do país, Brasília, esse número sobe para 5,11.

Essa disparidade fica ainda maior quando tratamos de cidades do interior, que, apesar de abrigarem 76,2% da população, possuem apenas 45,7% dos médicos. Não é raro, portanto, que moradores de cidades interioranas, ou mesmo de centros urbanos menores, tenham que se deslocar centenas de quilômetros para receber atendimento profissional.

Essas questões tornam as barreiras geográficas um dos principais empecilhos para a democratização da saúde como um todo.
Uma reviravolta para esse problema deu-se com a aprovação da telemedicina pelo Governo Federal. A medida foi tomada como uma das maneiras de combate ao coronavírus, ao evitar deslocamentos e aglomerações de pessoas, principalmente nos centros de saúde. Ao permitir que as consultas fossem realizadas de modo online, a ação também aproximou profissionais e pacientes que moram distantes dos grandes centros.

Consultas sem congestionamentos e horas na sala de espera

Mesmo quem mora em grandes centros urbanos vivencia dificuldades para chegar em uma consulta. Do tempo de deslocamento até a busca por uma vaga para estacionar, ir a uma consulta pode se tornar uma tarefa bastante exaustiva.
Isso fica agravado em casos como atendimentos geriátricos, pediátricos, de doentes crônicos, acompanhamentos pós alta hospitalar ou pessoas com limitações de mobilidade, isso apenas para citar alguns exemplos. Outro ponto de contato do paciente com o centro de saúde que gera muita insatisfação e, até mesmo aglomerações, é o atraso nas consultas. Com agendamentos bem planejados e baseados em dados reais coletados com frequência, o tempo necessário para cada atendimento é melhor mensurado, os atrasos são reduzidos e as esperas, ainda que possam ocorrer eventualmente, são com o paciente no conforto da sua casa ou trabalho.

Menor demanda de infraestrutura física

A plataforma de telemedicina possibilita que ambas as partes possam estar em qualquer lugar do mundo com acesso a internet. Portanto, médicos poderão ter uma agenda mais flexível e não perderão tempo com deslocamentos desnecessários. Os profissionais ainda poderão aumentar o seu portfólio e alcançar um número maior de pessoas.

Já os pacientes terão menos problemas ao negociar saídas do trabalho para serem atendidos ou, mesmo, não precisarão tirar todo um período do dia para a ocasião. Eles ainda economizam tempo e recursos ao serem atendidos no local de sua preferência.

As recepções, salas de espera e até vagas para estacionamento poderão ser menores e requererem menos funcionários e manutenções, já que boa parte dos atendimentos poderá ser executada remotamente.

Plataforma de medicina facilita a redução dos custos em geral

Justamente por requerer menos infraestrutura e equipe, além de promover atendimentos mais velozes e assertivos, sem pecar na humanização, a telemedicina pode ser uma aliada na redução dos custos para que o centro de saúde se mantenha com as contas em dia.

Essa redução poderá tornar os lucros maiores e ainda gerar economias para quem está sendo atendido.

Ao permitir que os atendimentos sejam feitos por médicos em qualquer lugar do Brasil, o acesso à saúde também fica mais democrático. Os especialistas se tornam mais acessíveis, e podem contribuir para solucionar casos difíceis de modo mais abrangente, chegando a muito mais pessoas.

Triagem com inteligência artificial em pronto-atendimentos

Plataforma de telemedicina no atendimento pediátrico
Foto de Tima Miroshnichenko / Pexels

Engana-se quem acredita que a telemedicina se restringe aos consultórios e à realização de exames. As plataformas de telemedicina são ótimas aliadas também nos atendimentos de urgência. Com o auxílio da inteligência artificial e de questionários pré-estabelecidos, é possível fazer, de modo digital, a triagem dos pacientes, bem como uma classificação prévia de riscos.

Esse uso agiliza diagnósticos e, em alguns casos, diminui o fluxo dentro das emergências. Também pode ser usado, quando necessário, para avisar ao paciente que ele precisa se dirigir a uma unidade de pronto-atendimento presencial. O serviço colabora para desafogar as emergências superlotadas, agilizando atendimentos de baixa complexidade e abrindo espaço para quem realmente precisa. Esse processo também reduz os custos dos hospitais e a sobrecarga de trabalho dos funcionários.

Tecnologia que traz autonomia para o paciente

Uma mudança relevante e transformadora que as healthtechs estão conduzindo diz respeito   à própria experiência do paciente em toda a sua jornada, que vai desde o aparecimento dos primeiros sintomas, até a finalização do tratamento.

Cada vez mais exigentes e atentos, os pacientes hoje buscam por centros de saúde que facilitem a sua jornada em todas as etapas, com possibilidades como, por exemplo, permitir que ele próprio marque a sua consulta, acesse sem dificuldades seus exames e tenha encaminhamentos práticos para exames ou outros profissionais especialistas.

Outra questão muito lembrada pelos pacientes, que pode ser solucionada com o uso de plataformas de telemedicina completas, é o pagamento. Seja em pagamentos para consultas e exames no particular ou por intermédio de convênios de saúde, uma boa experiência para o cliente envolve pagamentos online que aceitem diversos métodos, como o cartão de crédito e boleto bancário, por exemplo.

A plataforma de telemedicina pode, ainda, coletar feedbacks dos pacientes sobre como eles se sentiram durante todo o atendimento, além de enviar lembretes e avisos quando passos importantes forem tomados, como a finalização de um laudo ou quando uma consulta estiver próxima.

Dados compartilhados e mensuráveis

Com a possibilidade de atender centenas de pacientes por mês, lembrar dos detalhes de cada caso pode ser complicado. No entanto, essa tarefa fica mais simples e organizada com o auxílio das plataformas de medicina. Graças à tecnologia e ao armazenamento em nuvem, os prontuários completos ficam disponíveis para serem acessados de qualquer lugar do mundo, sem a necessidade de instalações complexas.

Questões como alergias a medicamentos e interações medicamentosas também podem ser facilmente observadas durante o teleatendimento. Acesso aos resultados de exames, laudos e opiniões de outros profissionais podem ser obtidos pelo médico rapidamente. Todas essas especificidades fazem com que o tratamento dispensado ao paciente seja mais humanizado, seguro e ágil.

Segurança de dados e sigilo médico nos teleatendimentos

O sigilo médico, que sempre foi um preceito importante na medicina, ficou ainda mais relevante com a chegada dos meios digitais. Garantir que os dados dos pacientes fiquem seguros e estejam em fácil acesso não apenas é uma demanda de mercado, mas também é um fator exigido por lei

A plataforma de telemedicina também surge como solução nesses casos, ao permitir que os dados sejam criptografados e armazenados em nuvem, garantindo o acesso exclusivo àqueles que possuem autorização para vê-los.

Atendimentos mais assertivos e ágeis

Da descoberta de sintomas até o diagnóstico e tratamento, o paciente, muitas vezes, passa por situações de insegurança e medo. Não é raro que se leve anos até obter um diagnóstico correto. Mas as plataformas de teleatendimento possuem ferramentas que poderão acelerar consideravelmente esse processo.

Alguns exemplos de como a jornada do paciente poderá ficar menor, mais satisfatória e certeira com o uso da telemedicina:

  • Modelo híbridos de atendimento: Uma ótima solução para tornar a jornada mais dinâmica é mesclar atendimentos presenciais com remotos. Pode ser o caso, por exemplo, de se fazer a primeira consulta presencial, mas executar o retorno remotamente. Isso poderá trazer agilidade para os envolvidos, principalmente em casos em que haja a demanda de avaliação física inicial.
  • Encaminhamentos para especialistas:  Os profissionais de saúde podem encaminhar seus pacientes para especialistas ou grandes centros de diagnósticos pela própria plataforma de teleatendimento. Assim, ficará mais fácil para o paciente agendar essa outra consulta, além de que seus dados permanecerão na plataforma, facilitando a troca de informações entre os profissionais. As interconsultas também não precisarão ficar restritas a uma única cidade ou região, já que poderão ser realizadas online. 
  • Mais informações relevantes sobre cada caso: Por se tratar de um hub de informações, a plataforma de teleatendimento contém o histórico do paciente, dados sobre comorbidades, medicações e tratamentos já executados anteriormente. Desse modo, o médico poderá fazer uma análise mais sistêmica de cada caso, compreendendo não apenas os sintomas, mas o paciente como um todo.
  • Consultas rotineiras e receitas médicas: Consultas rotineiras, renovação de receitas ou pequenos ajustes no tratamento podem ser facilmente resolvidos com consultas via plataformas de telemedicina, sem exigir grandes esforços de deslocamento ou de infraestrutura física.


Conclusão: as plataformas de telemedicina democratizam a saúde, salvam vidas e melhoram processos

Plataforma de telemedicina e seus benefícios para os médicos
Foto de Tima Miroshnichenko / Pexels

Unir tecnologia com atendimento humanizado tem se mostrado uma solução que promove a saúde e o bem-estar para todos os envolvidos no processo. 

Desde o corpo médico, passando pela equipe de saúde e chegando até os pacientes, todos saem ganhando com a inclusão de teleatendimentos feitos de maneira responsável e ética. Trazer esse auxílio tecnológico ainda contribui na melhoria e na inovação de todos os processos, dando um atendimento veloz e completo para quem busca ajuda médica.

As plataformas de telemedicina são, ainda, uma poderosa ferramenta para fazer triagens e evitar superlotação em unidades de pronto-atendimento.

Ainda que para algumas pessoas o teleatendimento possa causar certo estranhamento, essas barreiras logo serão vencidas graças às interfaces bem projetadas, intuitivas e o bom uso da consulta remota por parte dos profissionais de saúde.

A telemedicina, sem dúvidas, coloca o paciente no seu lugar correto, que é no centro de sua jornada, tendo sua experiência otimizada e melhorada constantemente. Os gestores ainda podem fazer uso dos dados obtidos e usá-los em prol de melhorias contínuas, investimentos que agregam real valor para a experiência do paciente e dos demais envolvidos.

Caso queira entender mais sobre como a nossa Plataforma de Telemedicina Dr. TIS funciona, confira aqui. Para maiores informações, estamos à disposição. Sua equipe e pacientes merecem usufruir do melhor da tecnologia humanizada e segura que temos a oferecer.

Conheça a plataforma Dr. TIS e receba os conteúdos dos nossos especialistas

Cadastre-se

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *